Resumo Trabalho

CONSUMO DE CAFEÍNA E TRANSTORNOS DE HUMOR EM IDOSOS DA COMUNIDADE

Autor(es): JACY AURELIA VIEIRA DE SOUSA, KAMILA GIULINA BAIL, THAYNE DA ROSA SICORRA, GABRIELA SERIGHELLI DA ROSA e orientado por JACY AURELIA VIEIRA DE SOUSA

Este estudo teve por finalidade relacionar o consumo de cafeína com indicadores de ansiedade e depressão em idosos da comunidade. Estudo quantitativo, transversal, realizado com 140 idosos de ambos os sexos, com 60 anos ou mais, que aguardavam atendimento ambulatorial em um hospital público da região dos Campos Gerais, Paraná. Para a coleta de dados, aplicaram-se o Mini Exame de Estado Mental, um questionário sociodemográfico e clínico e a Escala Hospitalar de Ansiedade e Depressão. Quanto à amostra, identificou-se o predomínio do sexo feminino (91; 65%), com idade variando entre 60 e 89 anos (média=68,52), 127 (90,71%) possuíam filhos e 125 (89,29%) faziam uso de algum medicamento. Quanto à caracterização da ansiedade e depressão, 47 (33,33%) idosos apresentaram indicativo para ansiedade e 30 (21,28%) idosos apresentaram para depressão. Com os dados obtidos, observou-se predomínio do consumo de alimentos com cafeína e que o número de idosos com provável ansiedade foi maior que os com depressão. Frente a isso, medidas de redução do uso da substância e ações de prevenção e promoção da saúde física e mental precisam ser desenvolvidas entre os idosos.

Veja o artigo completo: PDF