Resumo Trabalho

ANÁLISE DA ASSOCIAÇÃO DOS SINTOMAS DEPRESSIVOS NA FUNÇÃO COGNITIVA EM IDOSOS

Autor(es): JESSICA DE GODOY HAEFLIGER, ANNA QUIALHEIRO ABREU DA SILVA e orientado por ANNA QUIALHEIRO ABREU DA SILVA

A prevalência da depressão é mais elevada em mulheres, nos mais idosos, nos viúvos e separados e aos que não praticam ou tem baixo nível de atividade física e de lazer. Estudos discutem que o desempenho da memória em indivíduos com transtorno depressivo aparece prejudicado em comparação a indivíduos controle sem depressão. O objetivo do presente estudo foi analisar a influência dos sintomas depressivos na função cognitiva em idosos, atendidos nos ambulatórios escola com scores de sintomas depressivos e testes da função cognitiva e correlacionar os sintomas depressivos com a função cognitiva. Foram analisados prontuários do Amabulatório da Memória da UNISUL que continham a avaliação cognitiva utilizando o MoCA Teste e avaliação de sintomas depressivos utilizando a GDS. Dos 334 prontuários analisados, 66 indivíduos (19,8%) apresentavam transtorno cognitivo e 40 (12,0%) apresentavam sintomas de depressão maior. A partir da análise dos dados, pode-se dizer que os sintomas depressivos estão associados à cognição (p

Veja o artigo completo: PDF