Resumo Trabalho

REABILITAÇÃO PSICOSSOCIAL NA VELHICE: RELATO DE CASO

Autor(es): VANESSA ALONSO, ROSELI REZENDE

Introdução: Reabilitação Psicossocial pode ser entendida como processo pelo qual se facilita a restauração no melhor nível possível de autonomia das funções de um indivíduo na comunidade. Após anos seguidos de práticas manicomiais e internações prolongadas em hospitais psiquiátricos, pensar e qualificar a reinserção do usuário de saúde mental na comunidade após a desospitalização é desafiador. O presente trabalho tem por objetivo relatar o caso de um usuário internado por 29 anos em um hospital psiquiátrico e posterior reabilitação psicossocial, levando-se em conta seu projeto terapêutico singular. Relato de caso: H.N., 74 anos, natural de Campinas, SP, com diagnóstico de esquizofrenia residual, iniciou uso abusivo de álcool ainda na adolescência. Teve sua primeira internação no antigo Hospital Santa Izabel em Campinas, SP, após apresentar episódio de heteroagressividade em uma partida de futebol. A partir daí, iniciou-se uma série de outras internações psiquiátricas em diversas instituições, culminando com internação no Hospital Psiquiátrico Vale das Hortências em Sorocaba, SP, onde morou por 29 anos consecutivos. Após desospitalização, usuário retornou à sua cidade natal já idoso, aos 73 anos. A circulação de maneira independente pelo território e o uso da comunidade têm sido fortemente estimulados pelos trabalhadores das residências terapêuticas do Serviço de Saúde Dr. Cândido Ferreira. Considerações: A reabilitação psicossocial como estratégia de cuidado se dá na experiência cotidiana, e é um dos grandes desafios das equipes de assistência. No campo da ação terapêutica ampliada, ela é capaz de produzir vida e ressignificar trajetórias.

Veja o artigo completo: PDF