Resumo Trabalho

RESILIÊNCIA DE PESSOAS IDOSAS: PERCURSOS...

Autor(es): SHEILA MARTA CARREGOSA ROCHA

A resiliência é um termo emprestado das ciências exatas, relativa a objetos, cuja investigação dos pesquisadores reside no fato de descobrir as propriedades e reações determinantes para uma mudança no seu estado físico-químico. A Psicologia apropriou-se dessa terminologia para observar os fatores intrínsecos e extrínsecos do ser humano capazes de transformar choques, traumas das emoções que fazem as pessoas desenvolverem a capacidade regenerativa de seu eu. A Sociologia percebe que a própria sociedade pode auxiliar o indivíduo a resignificar representações e projeções sociais inerentes a estereótipos que foram desenvolvidos num determinado tempo e espaço como grupo pertencente a uma cultura. O vasto campo das Ciências Humanas vai auxiliar nesse processo de superação mental, física e química do paciente, visando uma qualidade de vida melhor, preocupando-se com o seu bem-estar. Refletir sobre a resiliência entre as pessoas idosas é um desafio significativo, mas não impossível. Os idosos representam no Brasil 14,3% segundo dados do IBGE em 2015. A tendência é um crescimento nesse índice e isso justifica preocupações, agendas e discussões para garantia uma melhor qualidade de vida das pessoas idosas. Por isso objetiva-se refletir sobre os mecanismos da resiliência que podem garantir essa qualidade. Utilizando uma abordagem metodológica de natureza qualitativa, de método dedutivo e de técnica a pesquisa bibliográfica e observação participante

Veja o artigo completo: PDF