Resumo Trabalho

AVALIAÇÃO DA QUALIDADE DE VIDA DE IDOSOS PRATICANTES DE HIDROGINÁSTICA NO MUNICÍPIO DE PONTA GROSSA-PR E CARAMBÉÍ-PR

Autor(es): MYLENA APARECIDA RODRIGUES ALVES, TAMIRES TEREZINHA GALLO DA SILVA

o presente trabalho teve como objetivo mensurar a qualidade de vida de praticantes de hidroginástica de duas cidades do interior do Paraná. Para isso, foi identificado o perfil dos idosos quanto à idade e sexo, e também, foi verificada a qualidade de vida dos praticantes de hidroginástica por meio do instrumento WHOQOL-bref e WHOQOL-old. A amostra constituiu de 93 idosos, destes 18 foram do município de Carambeí-Pr e 75 foram do município de Ponta Grossa-Pr, todos com idade igual ou superior a 60 anos. Em relação aos escores de cada domínio retornado do instrumento WHOQOL-bref o de maior escore foi Psicológico (73,8) e de menor escore foi Ambiente (66,9) para amostra de Carambeí-Pr, e, para a amostra de Ponta Grossa-Pr o de maior escore foi Relações Socias (72,69) e de menor escore foi Físico (65,09). Já, em relação aos escores de cada domínio retornado do instrumento WHOQOL-old o de maior escore foi Morte e Morrer (76,1) e de menor escore foi Autonomia (66,3) para amostra de Carambeí-Pr, e, para a amostra de Ponta Grossa-Pr o de maior escore foi Intimidade (76,74) e de menor escore foi Autonomia (69,44). Em conclusão, a hidroginástica é uma ótima alternativa para melhorar a qualidade de vida entre a população idosa. Os presentes achados contribuem para futuras comparações em populações semelhantes a esta estudada, com a aplicação dos mesmos instrumentos.

Veja o artigo completo: PDF