Resumo Trabalho

COMPARAÇÃO ENTRE A FUNCIONALIDADE FÍSICA, MENTAL E O NÚMERO DE COMORBIDADES EM MULHERES IDOSAS COM DIFERENTES NÍVEIS DE PARTICIPAÇÃO SOCIAL

Autor(es): RENATA PIRES TRICANICO MACIEL, WALTER AQUILES SEPÚLVEDA LOYOLA, GIOVANNA DE CARVALHO, VINICIUS MORETO GUISSO RODRIGUES e orientado por VANESSA SUZIANE PROBST

Introdução: A participação social (PS) tem sido identificada como um fator de proteção para o envelhecimento saudável, que poderia influenciar a funcionalidade, condição de saúde física e mental do idoso. Objetivo: Comparar a funcionalidade física, mental e número de comorbidades em mulheres idosas com diferentes níveis de participação social. Métodos: Foram incluídas 125 mulheres com idade ≥ 60 anos, da cidade de Requinoa, Chile, distribuídas em: socialmente ativas (SA) (n=100) e socialmente não ativas (SNA) (n=25). Considerou-se SA as mulheres que participam no mínimo uma vez por semana em uma organização comunitária. Foram analisados números de comorbidades, índice de incapacidade, força muscular, equilíbrios estático/dinâmico, estado mental e condições sociodemográficas. As comparações foram feitas usando os testes qui-quadrado e t de Student não-pareado. Significância estatística foi estabelecida em P

Veja o artigo completo: PDF