Resumo Trabalho

ATIVIDADES DE EDUCAÇÃO ALIMENTAR E NUTRICIONAL RESSIGNIFICANDO A PIRÂMIDE ALIMENTAR BRASILEIRA PARA IDOSOS: UMA EXPERIÊNCIA EM VIÇOSA, MG

Autor(es): CAMILA STEFANY CARVALHO RIBEIRO, KÍLLYA DE PAIVA SANTOS, MARIA SORTÊNIA ALVES GUIMARÃES, DANIELLY NOGUEIRA SANTOS e orientado por ANDRÉIA QUEIROZ RIBEIRO

Introdução: A Educação Alimentar e Nutricional (EAN) é essencial na promoção da saúde, gerando hábitos alimentares saudáveis de forma permanente. Objetivo: Relatar a experiência das ações de EAN voltadas para a compreensão da pirâmide alimentar brasileira em idosos participantes do Programa Municipal da Terceira Idade (PMTI) em Viçosa, MG. Metodologia: As atividades ocorreram semanalmente entre maio e agosto de 2018, junto ao PMTI sediado na Universidade Federal de Viçosa (UFV). O desenvolvimento das oficinas foi baseado na pirâmide alimentar brasileira, fundamentado na EAN, técnicas de exposição dialogada, atividades lúdicas e rodas de conversa na abordagem do conteúdo, valorizando recursos da realidade dos idosos para facilitar o aprendizado e a troca de experiências. Os idosos desconheciam a pirâmide alimentar brasileira por isso as oficinas foram alinhadas às ações de EAN de modo a respeitar o ritmo de aprendizagem dos participantes. Ademais, intercaladas às oficinas, eram realizadas avaliações individuais e em grupo Resultados: Participaram das oficinas 17 idosos, com predominância de mulheres, idade média de 70,2 anos e em sua maioria escolaridade baixa. A aproximação das condutoras para com o grupo, repetição do conteúdo e as rodas de conversas implicaram no fortalecimento de laços, melhor assimilação dos conteúdos abordados, compartilhamento de experiências pessoais e discussão sobre alimentação saudável em suas perspectivas. Conclusão: As atividades contribuíram para a autoestima dos participantes, resgate da cidadania, de suas relações interpessoais e pessoais, bem como para a organização do cotidiano alimentar e, consequentemente, para sua qualidade de vida.

Veja o artigo completo: PDF