Resumo Trabalho

O LUGAR DA COEDUCAÇÃO NAS PRÁTICAS DOCENTES, ENTRE MISTURAS E SEPARAÇÕES: QUANDO FOMENTAM E QUANDO ENFRENTAM AS DESIGUALDADES DE GÊNERO

Autor(es): RUBEM VIANA

A presente pesquisa lança-se na discussão da coeducação de gênero na sala de aula, analisada a partir das práticas de mistura e separação do/a professor/a do quinto ano do ensino fundamental. Para compreendermos como é tratada as questões de gênero na educação básica, por acreditarmos que a educação é um dispositivo importante no enfrentamento as desigualdades de gênero. Para darmos conta dessa discussão temos como objetivo geral: Analisar o tratamento dado a coeducação das relações de gênero nas práticas pedagógicas dos/as docentes do Ensino Fundamental I. Quanto ao método epistemológico, optamos pela pesquisa qualitativa do tipo etnográfico e para análise dos dados, utilizamos a Análise de Conteúdo. Nos resultados retomaremos os objetivos específicos ao realizarmos esclarecimentos acerca de cada um deles aproximando teoria e campo. Por fim, os resultados apontam para a inexistência da coeducação como prática pedagógica consolidada, no entanto, foi verificado a existência da compreensão por parte dos docentes da importância de práticas de coeducação.

Veja o artigo completo: PDF