Resumo Trabalho

CIDADE, MULTIDÃO E TRANSEXUALIDADE EM PAULICEIA DE MIL DENTES

Autor(es): SILVANNA KELLY GOMES DE OLIVEIRA

Neste trabalho, será evidenciado o conceito de multidão, potência e cidade, atrelado ao debate de gênero, haja vista a singularidade atribuída aos personagens cujas experiências vividas que põem em xeque a vida do homem comum das cidades brasileiras contemporâneas. Para tanto, nos debruçaremos sobre o corpus Pauliceia de mil dentes (2012), de Maria José Silveira, mais especificamente, sobre a personagem transexual Percília. O objetivo é evidenciar o processo de mudança de sexo da personagem em questão, através de um processo judicial – para solicitar sua nova identidade e garanti-la como um direito. Será abordado, portanto, de que forma é possível encontrar potência na sua sexualidade e como as relações no locus citadino se manifestam, trazendo como pano de fundo as discussões acerca da multidão e da multiplicidade. A fim de fundamentar nossa análise, utilizaremos o seguinte embasamento teórico: Bourdieu (2012) Butler (2016; 2015); Foucault (1988); Preciado (2014); Miccolis e Daniel (1983); Negri e Hardt (2005); Justino (2012); Deleuze (1988), entre outros. Pretendemos, com isso, ampliar o debate de gênero para as discussões contemporâneas de multidão.

Veja o artigo completo: PDF