Resumo Trabalho

GÊNERO E EDUCAÇÃO INFANTIL NA BASE NACIONAL CURRICULAR COMUM

Autor(es): MARIA THAIS DE OLIVEIRA BATISTA, RAFAELA BRAGA DOS SANTOS, THAYANY DE OLIVEIRA BATISTA

O presente trabalho tem como objetivo possibilitar um debate emergente no campo do currículo acerca da infância e de gênero, que tem um papel estruturante no debate social e educacional. Utilizamos como aporte teórico os novos estudos sociais da infância, no que se refere à necessidade de visibilização das questões relacionadas à infância conceituada como construção social muito além de uma etapa biológica da existência humana, e os estudos pós-coloniais que afirmam as condições históricas, sociais e políticas de construção de alteridades que estão submetidas a um regime colonial de subalternidade. Desse modo, buscamos analisar o documento da Base Nacional Curricular Comum com o intuito de identificar a discussão acerca de gênero e Educação Infantil, tendo em vista a relevância desse material para o direcionamento da educação em nosso país, bem como para a firmação de novos espaços de discussões e trabalho sobre essa temática, para além de ser tratada como tema transversal, mas como parte das construções sociais e culturais humanas. A análise desse estudo apontou para a menção no documento das temáticas estudadas de forma apenas esquemática. O texto não apresenta uma articulação entre essas temáticas e outros campos constitutivos da produção de identidades de gênero. Por fim, ressalta-se a importância de aprofundar as temáticas relacionadas à sexualidade e orientação sexual e ao gênero na Educação Infantil pela carência de estudos e pela necessidade de construção de novas perspectivas que deem visibilidade e reconhecimento à infância e a sua institucionalização no mundo contemporâneo.

Veja o artigo completo: PDF