Resumo Trabalho

PROPAGAÇÃO IN VITRO DE PITAIA COM USO DE DIODOS EMISSORES DE LUZ

Autor(es): MARINA MEDEIROS DE ARAUJO SILVA, LAIS TOMAZ FERREIRA

O espectro de luz emitido pelos diodos emissores de luz (LEDs) tem influenciado positivamente no cultivo in vitro de diferentes espécies. Como há um crescente interesse na produção da pitaia, devido ao alto valor do seu fruto exótico, esta pesquisa objetivou avaliar a utilização dos LEDs na micropropagação desta cactácea. Para a multiplicação foi usado meio de cultura simplificado, adicionado de ácido indolacético (AIA - 0,1 mg/L) juntamente com cinetina (KIN - 2 mg/L) ou com benzilaminopurina (BAP - 2 mg/L); enquanto para o enraizamento, o meio era ausente de reguladores. Os cultivos foram mantidos em sala de crescimento sob luz fluorescente branca ou LED. A formação de brotações ocorreu em todos os tratamentos, contudo, o maior número de brotos por explante foi obtido em meio adicionado de KIN e cultivo sob fluorescente. Já a altura das brotações foi superior em meio com KIN e cultivo sob LEDs. O enraizamento foi satisfatório em ambos os sistemas de iluminação e a taxa de sobrevivência foi de 100% durante a aclimatização das mudas, demonstrando a exequibilidade do processo.

Veja o artigo completo: PDF