Resumo Trabalho

CRESCIMENTO DE CULTIVARES DE MAMONEIRA EM CONDIÇÕES DE DEFICIÊNCIA HÍDRICA

Autor(es): FELIPE MATHEUS TELES DE VASCONCELOS, MARINA MEDEIROS DE ARAUJO SILVA, LAIS TOMAZ FERREIRA e orientado por TEREZINHA CAMARA

O presente trabalho teve como objetivo avaliar o efeito da deficiência hídrica nos parâmetros de crescimento das cultivares de mamoneira BRS Energia e BRS Nordestina. Para tanto, plântulas com 67 dias de cultivo em casa de vegetação foram submetidas aos seguintes regimes hídricos: 25, 50 e 75% da capacidade de pote, durante 28 dias. Ao final do experimento foram avaliados alguns parâmetros de crescimento, incluindo a altura da parte aérea, massa fresca e seca da parte aérea e radicular, o número de folhas verdes e senescentes, além do conteúdo relativo de água nas folhas. As cultivares estudadas apresentam respostas semelhantes frente ao déficit hídrico, refletidas principalmente na redução do crescimento, especialmente nas plantas expostas a 25% da capacidade de pote, sendo estas alterações mais evidentes nas plantas da cultivar BRS Energia. A BRS Nordestina, apesar de ter seu crescimento reduzido, manteve o conteúdo relativo de água em suas folhas semelhante ao encontrado em plantas hidratadas, o que lhe confere vantagem sobre a BRS Energia no enfrentamento à restrição hídrica.

Veja o artigo completo: PDF