Resumo Trabalho

AVALIAÇÃO DA IMPORTÂNCIA DO PROGRAMA DE MONITORIA NO PROCESSO DE FORMAÇÃO DO FARMACÊUTICO

Autor(es): JOSÉ ERLANDRO CARDOSO DE LIMA, JOSEPPE OSNES FEITOSA RODRIGUES, PEDRO FRANCISCO DO NASCIMENTO NETO

Os programas de monitoria são regulamentados de acordo com os estatutos de cada instituição de ensino e são caracterizados como atividades extracurriculares. As atividades de monitoria são tidas como algo não tão recente, mas tal prática data seu inicio na antiguidade clássica, bem como foram bastante utilizadas na idade média e na idade moderna pelos monges. No Brasil as atividades de monitoria tiveram inicio em meados do século XX, com a promulgação da Lei Federal nº 5.540, de 28 de novembro de 1968, a qual regulamenta o ensino superior no país e com esta Lei tais atividades foram consolidadas. O objetivo principal deste trabalho é analisar de forma qualitativa a importância das atividades do programa de monitoria no processo de formação do farmacêutico. O presente estudo se caracteriza como analítico qualitativo. A amostra de estudo foi alunos do curso de farmácia da Faculdade de Ciências Médicas da Paraíba, os quais tenham sido monitor no mínimo uma vez. Para a coleta dos dados foi aplicado um questionário via eletrônico com 12 perguntas, o mesmo foi enviado a 12 alunos previamente identificados como monitores, destes, apenas 10 mandaram de volta o questionário respondido. Diante dos resultados encontrados, fica notório o quanto a monitoria é importante na formação dos alunos, aqui, especificamente, na dos futuros farmacêuticos. Devido termos usado uma amostra pequena, fica evidente a necessidade de realizar outros estudos voltados para o tema com uma amostra maior.

Veja o artigo completo: PDF