Resumo Trabalho

PROVAS DE CIÊNCIAS DA NATUREZA E SUAS TECNOLOGIAS DO EXAME NACIONAL DO ENSINO MÉDIO (ENEM): QUESTÕES DE BIOLOGIA PRESENTES NAS PROVAS DE 2008-2017.

Autor(es): ÁLEX LIMA DO NASCIMENTO, DALVAN HENRIQUE LUIZ ROMEIRO, DANIELE BEZERRA DOS SANTOS e orientado por DANIELE BEZERRA DOS SANTOS

O Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) possui caráter avaliativo e vem norteando a educação básica no Brasil. O presente trabalho visa identificar as áreas da biologia mais exploradas pelas questões presentes nas provas do Enem no período de 2008-2017, bem como analisar a presença da contextualização, interdisciplinaridade e representações gráficas presentes nestas questões. Os dados utilizados para este estudo envolveram a análise de questões das provas do ENEM, no período de 2008 a 2017. Para diagnosticar as áreas das ciências biológicas, a presença da interdisciplinaridade, contextualização e representações gráficas exploradas nas provas de Ciências da Natureza do Enem, os dados foram categorizados de acordo os temas estruturadores de biologia, proposto pelas orientações curriculares para o ensino médio. Foram realizadas análise estatística sobre a média e desvio padrão das questões apresentadas. A metodologia proposta para análise e caracterização quanto à interdisciplinaridade e contextualização das situações apresentadas nas questões e a presença de elementos não textuais (representações gráficas) das questões das provas, especificamente das questões que envolvam os conteúdos de biologia. Durante esses 10 anos, a prova apresenta uma média de 17,2 (± 2,7) questões de conteúdos de biologia. Observamos que as questões apresentaram média de 16,7 (± 2,5) questões contextualizadas; 16,8 (± 2,6) de interdisciplinaridade, e sobre a presença de representações gráficas a média de 4,8 (± 1,8 de desvio padrão). O uso de representações gráficas (desenhos, fotos, figuras, quadros, tabelas, etc.) foram pouco explorados nas questões de biologia.

Veja o artigo completo: PDF