Resumo Trabalho

DESIDRATAÇÃO DAS VAGENS DE ALGAROBA PARA A OBTENÇÃO DE FARINHA E ESTUDO DAS SUAS CARACTERÍSTICAS FÍSICO-QUÍMICAS

Autor(es): STEPHANE LOHANE DA SILVA, ANA BEATRIZ SILVA DE LEMOS, RAQUEL MACEDO DANTAS COELHO e orientado por RAQUEL MACEDO DANTAS COELHO

Algaroba é o nome dado ao fruto da algarobeira, planta largamente difundida e cultivada na região do semiárido do Nordeste Brasileiro. Sua vagem apresenta um grande valor nutricional, possui elevado teor de sacarose, cálcio, fósforo, ferro, fibras, proteínas, etc. A sua farinha é considerada funcional, pois controla o açúcar no sangue e/ou redução do teor de colesterol no organismo. Além disso, a farinha de algaroba pode ser incorporada à alimentação humana como substituto parcial da farinha de trigo, uma vez que estudos demonstram sua viabilidade para a obtenção de produtos de panificação. Desta forma, este trabalho teve como objetivo a obtenção da farinha a partir das vagens da algaroba e avaliação das suas características físico-químicas. A farinha foi elaborada no Laboratório de Frutas do IFRN – Campus Currais Novos. As análises foram realizadas de acordo com os métodos analíticos do Instituto Adolfo Lutz (2008) e AOAC (1995). Os resultados obtidos apresentaram-se todos dentro dos limites exigidos pela legislação e próximos aos resultados encontrados em outros estudos semelhantes. Por todos esses aspectos, é possível concluir que a farinha obteve boas características físico-químicas, tornando viável sua incorporação em preparações alimentares e por sua vez, contribuindo para uma alimentação sustentável e saudável.

Veja o artigo completo: PDF