Resumo Trabalho

ESTUDO DA RESISTÊNCIA À TRAÇÃO DE MISTURAS ASFÁLTICAS MORNAS MODIFICADAS COM ÓLEO DE MILHO

Autor(es): WESLEY RODRIGUES DE MENEZES, PAULO ROBERTO BARRETO TORRES, EDUARDO ANTONIO GUIMARÃES TENÓRIO, JEFFERSON HONÓRIO GOMES DA SILVA

A procura por processos produtivos de pavimentação asfáltica eficiente é uma preocupação crescente no mundo. O uso de misturas asfálticas mornas pode diminuir o consumo de energia e da poluição ambiental, já que estas são misturas que reduzem a temperaturas de compactação e usinagem. A presente pesquisa é centrada na adição de óleo de milho novo em 2% do ligante, para produção de misturas mornas, onde foram produzidos corpos de provas em três temperaturas diferentes, a primeira foi à temperatura determinada pelo ensaio de viscosidade e as outras foram 10°C e 20°C abaixo da primeira, respectivamente. Nestas onde foram utilizados o método de Dosagem Superpave e os estudos das propriedades físicas, mecânicas e de estado dos materiais e das misturas asfálticas, com a intenção de verificar a viabilidade técnica do uso do óleo de milho como aditivo verde em misturas mornas. O ensaio mecânico realizado foi o de Resistência à Tração. Os resultados encontrados indicam que o óleo de milho pode ser utilizado como um aditivo nas misturas mornas, com uma temperatura de compactação de 120°C,

Veja o artigo completo: PDF