Resumo Trabalho

MAPEAMENTO DA PERCEPÇÃO DOS FUNCIONÁRIOS DO SETOR DA COZINHA DE UMA ESCOLA ESTADUAL SOBRE COMPOSTAGEM

Autor(es): VITÓRIA SOBREIRA DE AQUINO, IZABELLA REMÍGIO AGRA, CARLA DELANIA MONTEIRO CAVALCANTI, QUÉZIA RAQUEL RIBEIRO DA SILVA e orientado por MARIA BETANIA HERMENEGILDO DOS SANTOS

Pesquisas revelam que na última década a população do Brasil aumentou 9,65% e nesse mesmo período o volume de lixo cresceu mais do que o dobro disso, ou seja, 21%, o que preocupa é que boa parte do lixo produzido no país termina em lugares inadequados. Neste sentido, evidencia-se a importância de se trabalhar a educação ambiental voltada para a compostagem visando uma mudança global, a médio e longo prazo e esta proposta se fortalece no ambiente escolar por ser um espaço promissor para a formação de cidadãos conscientes e capazes de participar da construção de uma “sociedade sustentável”. Baseado no apesentado, o objetivo desta pesquisa foi mapear a percepção dos funcionários do setor da cozinha de uma escola estadual sobre compostagem. O estudo foi realizado em uma escola localizada na cidade de Areia – PB, teve como público-alvo os funcionários do setor da cozinha da escola supracitada e a abordagem utilizada foi a quantitativa. Como instrumento de coleta dos dados foi realizado uma entrevista semiestruturada, a qual foi gravada utilizando o aplicado do celular. Os resultados obtidos a partir das questões objetivas foram tabulados, e transformados em gráficos. A partir dos resultados obtidos pode-se concluir que o público-alvo não possui conhecimentos relacionados à utilização das sobras de alimentos e compostagem, sendo necessário o desenvolvimento de projetos voltados para esse tema não apenas com os alunos e professores, mas também com os funcionários.

Veja o artigo completo: PDF