Resumo Trabalho

AVALIAÇÃO DA INFLUÊNCIA DA VELOCIDADE DE ENTRADA DA PARTÍCULA NO PROCESSO DE SECAGEM DO BAGAÇO DE CANA VIA CICLONE SECADOR: SIMULAÇÃO

Autor(es): JÉSSICA OLIVEIRA DA SILVA, THAMIRES OHANA ARAÚJO DE CARVALHO MARCELINO, MÁRCIA CAMILA DA SILVA e orientado por LAÉRCIO GOMES DE OLIVEIRA

A secagem é um dos processos mais utilizados, mesmo desde a antiguidade já fazia seu uso afim de conservar alimentos como cereais, carnes e peixes pela ação dos ventos e do sol. Na indústria seu papel não é diferente, sendo uma área destinada a remoção de líquido agregado ao sólido por meio da vaporização térmica. No presente trabalho propõe-se estudar numericamente a influência de alguns parâmetros operacionais no processo de secagem do bagaço de cana via ciclone secador: Simulação. Adotou-se o modelo Euleriano-Lagrangeano em regime permanente e o de turbulência das tensões de Reynolds (LRR) para a fase gás e para a partícula um modelo concentrado transiente de transferência de calor e massa. Levou-se em consideração a partícula com formato irregular, constituída por um sistema binário formado por bagaço de cana-de-açúcar e água. A solução do modelo foi obtida utilizando o software Ansys Academic CFX 17 ®. Resultados da fração mássica de água, diâmetro média da partícula, tempo de residência ao longo do percurso, comportamento do gás e distribuição de pressão e temperatura no interior do ciclone são apresentados e analisadas.Através dos resultados obtidos pode-se concluir que a variação da velocidade de entrada da partícula altera a pressão em torno das paredes do ciclone, porém não é algo significativo diante das pequenas variações realizadas. Através do comportamento das linhas de fluxo do gás no interior do ciclone, nota-se a influência significativa deste parâmetro indicando comportamentos distintos nas correntes de gás no interior do ciclone.

Veja o artigo completo: PDF