Resumo Trabalho

USO DE EQUIPAMENTO DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL NA SEGURANÇA DO TRABALHADOR DA CONSTRUÇÃO CIVIL NA CIDADE DE POMBAL - PARAÍBA

Autor(es): FÁBIO ÉRICK DE OLIVEIRA PAULA, GABRIELLY SILVA MATEUS, JACIARA ISABELLE MEDEIROS DE OLIVEIRA, JOSÉ PEDRO DINIZ FIGUEIREDO e orientado por ELISÂNGELA PEREIRA DA SILVA

A indústria da construção é uma das maiores empregadoras no Brasil, destacando-se pelo potencial de risco a saúde e integridade física do trabalhador no ambiente laboral. A maior causa de morte ocorre, principalmente, por acidentes no trabalho. Estes que poderiam ser evitados ou amenizados com o uso correto do Equipamento de Proteção Individual (EPI). Através deste trabalho, propôs-se apresentar a relação direta entre a ausência do EPI na obra e os demais fatores que contribuem com a ocorrência de incidentes em obras de pequeno e médio porte. Para isto, foi realizado pesquisas em campo com aplicação de questionários e observações no canteiro de obra. No sertão paraibano, na cidade de Pombal, destaca-se a informalidade do trabalhador na construção civil e uma notável deficiência no uso de EPI’s na obra, podendo-se observar, a partir disso, um maior índice de vulnerabilidade à acidentes de trabalho. Palavras-chave: EPI, obra, acidentes, trabalho, informalidade.

Veja o artigo completo: PDF