Resumo Trabalho

DIAGNÓSTICO DOS IMPACTOS SOCIOECONÔMICOS E AMBIENTAIS DECORRENTES DAS CISTERNAS CALÇADÃO NA COMUNIDADE MACAMBIRA, TAVARES-PB.

Autor(es): MÁRCIA MIRELLY ANDRÉ DA SILVA e orientado por RICÉLIA MARIA MARINHO SALES

Marcada pela irregularidade das precipitações pluviométricas, a região semiárida enfrenta longos períodos de estiagem. Com um passado histórico, relatos de estudiosos remontam que desde o período colonial já se buscavam alternativas para se conviver com a crise hídrica na região. A captação da água de chuva torna-se uma alternativa viável que agregada a outras políticas públicas, contribui com o desenvolvimento sustentável da região, garantindo água de qualidade para os mais diversos usos. Nas últimas décadas a ideia de combate à seca vem sendo substituída por um novo paradigma, uma solução baseada no desenvolvimento ecológico, sustentável e, sobretudo estratégico. Diante do exposto, objetivou-se com este trabalho diagnosticar os impactos socioeconômicos e ambientais das cisternas calçadão na vida das famílias agricultoras. A pesquisa foi desenvolvida na comunidade rural de Macambira no município de Tavares-PB e contou com a participação de 15 famílias beneficiadas com a tecnologia. A metodologia consistiu nas visitas in loco, aplicação de questionários, reuniões para a apresentação do projeto, e entrevista semiestruturada. Foi constatado que as cisternas estão em perfeito funcionamento e realizando eficientemente a captação de água de chuva destinada à produção de frutíferas e hortaliças. Os agricultores e agricultoras destacaram a melhoria e o aumento da estrutura produtiva, o que garante uma produção saudável e diversificada, além de um aumento na renda com a venda excedente na produção. As famílias têm acesso à água de forma mais prática e sustentável, contribuindo com um conjunto de atividades na comunidade.

Veja o artigo completo: PDF