Resumo Trabalho

REMOÇÃO DE CARGA ORGÂNICA E COR VERDADEIRA DE LIXIVIADO DE ATERRO SANITÁRIO UTILIZANDO PROCESSO OXIDATIVO AVANÇADO (POA)

Autor(es): EDILMA RODRIGUES BENTO DANTAS, ELAINE GURJÃO DE OLIVEIRA, WILZA DA SILVA LOPES e orientado por WILTON SILVA LOPES

A presente pesquisa objetivou avaliar a eficiência do processo Fenton (Processo Oxidativo Avançado) no tratamento de lixiviado de aterro sanitário proveniente do município de João Pessoa, no Estado da Paraíba. O lixiviado bruto foi caracterizado e os parâmetros utilizados no processo foram obtidos por Silva (2014) após serem otimizados e são os seguintes: Dosagem de sulfato de ferro de 25 g/L , Razão Molar Fe2+/H2O2 de 1:3, pH de oxidação igual a 2, Tempo de oxidação de 20 mim, Tempo de floculação de 10 mim, Tempo de sedimentação de 15 mim. O estudo compreendeu ainda a caracterização do lixiviado tratado (sobrenadante) e quantificação do volume de lodo gerado no processo. O lixiviado tratado por processo Fenton alcançou uma eficiência de 76% na remoção da DQO, 91% da cor real. O processo POA/Fenton gerou 350 mL de lodo por litro de lixiviado tratado.

Veja o artigo completo: PDF