Resumo Trabalho

PREVALÊNCIA DE FUNGOS ANEMÓFILOS COLETADOS NA SALA DE ACERVOS DA BIBLIOTECA DO IFPE – CAMPUS RECIFE

Autor(es): THAYNÁ LACERDA ALMEIDA, FRANCISCO BRAGA DA PAZ JUNIOR, ELIANA SANTOS LYRA DA PAZ

Tendo em vista que os fungos são também desencadeantes de patologias e que seu principal meio de dispersão é o ar atmosférico, o objetivo dessa pesquisa foi identificar e determinar as prevalências das espécies fúngicas presentes na atmosfera da biblioteca do IFPE – campus Recife. Nesse sentido, o ar do ambiente foi avaliado pela exposição de quatro placas de petri contendo meio Sabouraud-Dextrose-Agar dispostas a um metro do solo por 15 minutos para a deposição de bioaerossóis, contendo microrganismos presentes no ar atmosférico. As amostras fúngicas coletadas foram isoladas e quantificadas. Posteriormente, procedeu-se com a análise taxonômica das colônias encontradas através do estudo das características macro e microscópicas. Dentre as 16 colônias isoladas, foram identificados 05 gêneros fúngicos. O gênero mais frequente foi o Aspergillus spp. com prevalência de 43,75%, seguido dos gêneros Moniliella spp. (18,75%) e Cladosporium spp. (12,5%). A diversidade e a frequência de gêneros fúngicos relatados e comprovadamente descritos em outros estudos como sendo alérgeno e oportunista para o organismo humano, demonstra, assim, a necessidade do monitoramento microbiológico do ambiente.

Veja o artigo completo: PDF