Resumo Trabalho

ISOLAMENTO DA MICOTA ANEMÓFILA PRESENTE NA SALA DE MEMORIAL DA BIBLIOTECA JOSEPH MESEL DO IFPE – CAMPUS RECIFE

Autor(es): DAVI NILSON MENDONÇA SOUZA, FRANCISCO BRAGA DA PAZ JUNIOR, ELIANA SANTOS LYRA DA PAZ e orientado por FRANCISCO BRAGA DA PAZ JUNIOR

A avaliação da qualidade do ar em bibliotecas públicas é de grande relevância, pois a presença de fungos anemófilos pode afetar diretamente a saúde e o bem-estar de funcionários e de seus usuários. O presente trabalho teve como objetivo determinar a prevalência de fungos anemófilos presentes na sala de memorial da Biblioteca do IFPE – Campus Recife. A coleta de amostras foi feita pelo método de exposição de placas com Agar-sabouraud-dextrose acrescido de cloranfenicol a 1%, no mês de dezembro de 2018, onde foi realizada uma coleta em duplicata no período da manhã e da tarde. Em seguida, as amostras fúngicas foram quantificadas e repicadas para tubos de ensaio. Posteriormente procedeu-se a identificação dos isolados através da técnica de microcultivo e comparação com literaturas especializadas. Dentre as colônias isoladas, foram identificados quatro gêneros diferentes, sendo observada a maior prevalência do gênero Cladosporium (36,1%), seguido dos gêneros Aspergillus (18,1%), Curvularia (9,7%) e Penicillium (4,2%). A determinação do percentual dos gêneros fúngicos identificados neste estudo pode ser usado como parâmetro importante para melhoria do controle e saúde ambiental em ambientes fechados.

Veja o artigo completo: PDF