Resumo Trabalho

TRATAMENTO DE EFLUENTES TEXTEIS UTILIZANDO O PROCESSO DE SEPARAÇÃO POR MEMBRANA CERÂMICA DE BAIXO CUSTO.

Autor(es): MARIA EDUARDA BARBOSA ARAUJO, ANTONIELLY DOS SANTOS BARBOSA e orientado por MEIRY GLAUCIA FREIRE RODRIGUES

Este trabalho teve por objetivo, avaliar a eficiência da membrana de baixo custo no tratamento de efluentes têxteis. A produção da membrana foi realizada a partir da argila bofe policatiônica oriunda de Boa-Vista, Paraíba. A argila bofe foi caracterizada por Difração de Raios X (DRX), Fluorescência de Raios X por Energia Dispersa (FRX – ED), Capacidade de Troca de Cátions (CTC), Espectroscopia na Região do Infravermelho (IV), Microscopia Eletrônica de Varredura (MEV) e Adsorção Física de Nitrogênio. Foi utilizada um molde de aço inoxidável onde foi prensada com 4 toneladas, dando origem a membrana inorgânica plana em forma de disco. Nesta etapa do processamento se efetua simultaneamente, a conformação e a compactação do pó da argila. Após a membrana prensada, esta foi conduzida a sinterização em forno mufla a 400°C sob uma taxa de aquecimento de 5°C min-1 durante 2 horas. Conclui-se que a membrana de baixo custo apresenta a capacidade de remover o corante reativo vermelho. Constata-se que a membrana de baixo custo exibiu percentagem de remoção superior a 90,00%.

Veja o artigo completo: PDF