Resumo Trabalho

IMPACTOS AMBIENTAIS CAUSADOS PELA EXTRAÇÃO DE AREIA NO RIO PIANCÓ

Autor(es): FRANCISCO TORRES DE MORAIS FILHO, YARGO LUCIO GENTIL, DJALMA DA COSTA FONTES NETO, DENIZE MONTEIRO DOS ANJOS e orientado por DSC. ANDRÉA MARIA BRANDÃO MENDES DE OLIVEIRA

A areia comercializada em várias cidades do Vale do Piancó, no estado da Paraíba, provém em sua quase totalidade, do rio Piancó. Apesar da intensa atividade de extração deste material pouco se conhece do seu modo e dos impactos ambientais gerados. Como toda atividade mineral, a extração de areia apresenta vários impactos ambientais negativos, mas que podem ser minimizados se utilizados procedimentos e cuidados adequados. Considerando que o Vale do Piancó é uma região com baixo índice de desenvolvimento econômico e social, é evidente que a mineração de areia é uma importante fonte de geração de renda, de emprego e desenvolvimento urbano, desde que seja obedecida a legislação vigente. Outro importante impacto ambiental positivo é o desassoreamento do rio Piancó. Existe muita informalidade e ilegalidade na extração de areia no rio Piancó. A pesquisa tem por finalidade destacar a importância dos impactos ambientais provocados pela extração de areia no rio Piancó. A pesquisa consistiu em uma revisão sistemática, pois utilizou como fonte de dados a literatura sobre determinado tema. Para este levantamento, atentou-se para o uso de artigos científicos publicados em periódicos nacionais e internacionais presentes nas bases de dados indexadas ao portal Periódicos da CAPES e no Google Acadêmico e também realizada visita em sítios de internets de diversos órgãos. Com a utilização de medidas visando reduzir os impactos ambientais negativos, bem como a legalização da atividade, a mineração de areia no rio Piancó é totalmente possível e viável, desde que obedecido os aspectos do desenvolvimento sustentável.

Veja o artigo completo: PDF