Resumo Trabalho

TRANSESTERIFICAÇÃO DO ÓLEO DE SOJA COM METANOL PARA PRODUÇÃO DO BIODIESEL: EFEITO DA ESTRUTURA DOS CATALISADORES NAMORDENITA E NAA

Autor(es): TELLYS LINS ALMEIDA BARBOSA, ERIVALDO GENUINO LIMA e orientado por MEIRY GLÁUCIA FREIRE RODRIGUES

O trabalho teve como objetivo preparar catalisadores heterogêneos e avaliá-los na reação de transesterificação do óleo de soja com metanol para produzir biodiesel, além disso avaliar a influência da estrutura dos catalisadores. As zeólitas NaMOR e NaA foram preparadas via síntese hidrotérmica. A reação de transesterificação do óleo de soja foi realizada sob condições estáticas em uma autoclave de aço inoxidável sob pressão autógena e temperatura de 200°C, com uma razão molar óleo/metanol de 1/12 e 5 % de catalisador. As zeólitas foram caracterizadas por Difração de Raios X, Espectroscopia de Fluorescência de Raios X por Energia Dispersiva e Microscopia Eletrônica de Varredura. A partir das técnicas foi possível evidenciar a formação das estruturas cristalinas das zeólitas NaMOR e NaA. A reação de transesterificação do óleo de soja com metanol produz glicerol e metil esteres (biodiesel). De acordo com as análises realizadas neste estudo, é possível concluir que as viscosidades estão acima dos valores permitidos pela ASTM D6751 e pela ANP. Entretanto, ainda são necessários estudos mais aprofundados utilizando um sistema dinâmico. Conclui-se que a estrutura do catalisador é uma variável importante, e influência nos resultados das viscosidades cinemáticas.

Veja o artigo completo: PDF