Resumo Trabalho

JOSÉ LOURIVALDO DA SILVA, MÁRCIA VERÔNICA COSTA MIRANDA , CINTHIA CARLA CLAUDINO GRANGEIRO e orientado por MÁRCIA VERÔNICA COSTA MIRANDA e orientado por MÁRCIA VERÔNICA COSTA MIRANDA

O programa Ensino de Jovens e Adultos (EJA) é uma forma de ensino do sistema público educacional brasileiro, que visa o desenvolvimento do ensino fundamental e médio com qualidade e busca atender indivíduos que não tiveram oportunidade de seguir os estudos de forma regular, com idade e série indicadas. Com o passar dos anos, o conceito da EJA está se transformando, apresentando, como demandas atuais, a preparação dos alunos para o mercado de trabalho. Hoje, o valor da aprendizagem é contínua em todas as fases da vida e apresenta sua respectiva valorização, não tendo importância somente durante a infância e a juventude. No entanto, como forma de diminuir os índices de evasão apresentado nos anos iniciais da vida adulta, nada mais atual e abrangente do que o uso das Tecnologias da Informação e Comunicação (TIC’s) como alternativa educacional e de trabalho. O domínio dessas tecnologias, por parte da população, principalmente os alunos de ensino fundamental e médio, não apenas abre oportunidades de trabalho e de geração de renda, mas possibilita o acesso às fontes de informações e a espaços de sociabilidade que propiciam a busca coletiva de soluções para os problemas enfrentados pelas comunidades. Sendo assim, a Universidade tem buscado desenvolver ações que possam contribuir para a sustentabilidade e educação no ambiente onde está inserida. Portanto, este trabalho tem, como objetivo principal, a inclusão digital e social, com foco nos alunos da EJA da cidade de Remígio – PB, procurando promover sua aptidão ao encararem a realidade do mundo virtual e tecnológico, prepará-los para encarar a realidade do mercado de trabalho e conscientizá-los no exercício pleno de suas cidadanias. O projeto “Inserção Social Através da Informática – Uma Abordagem Envolvendo Toda Comunidade” promove o planejamento e execução de ações de inclusão sóciodigital, ofertando cursos Informática, cujas atividades são sempre voltadas para atender toda comunidade carente e de risco do Brejo Paraibano. Em 2017, foram criadas 4 turmas, 2 no primeiro semestre e duas no segundo semestre. As aulas foram ministradas aulas por instrutores, devidamente treinados para atender às especificidades do público-alvo, nesse caso alunos matriculadas no Programa EJA, oriundos da Escola Municipal Gercina Eloy Freire, do município de Remígio – PB. 82% dos participantes tinham idade entre 15 e 25 anos. 52% dos alunos eram do sexo masculino e 48% do sexo feminino. Todos os participantes tinham grande interesse nos cursos de Informática para possuírem um diferencial na luta pelo mercado de trabalho. O desenvolvimento deste projeto tem uma atuação relevante no brejo paraibano, pois possibilitou que os alunos da EJA pudessem ter contato com recursos das TIC’s, que, para muitos, era primeira vez na vida deles. Tornando este, um fato inédito para a comunidade.

Veja o artigo completo: PDF