Resumo Trabalho

A APRENDIZAGEM DE LÍNGUAS ESTRANGEIRAS E A RELAÇÃO COM AS EXIGÊNCIAS DO MERCADO DE TRABALHO

VALDA OZEANE CÂMARA CASSIANO DE OLIVEIRA , CAROLINE DINIZ NOBREGA ALVES, DÉBORA DO NASCIMENTO FERNANDES DE ALENCAR, CLEIDIANE DE OLIVEIRA SILVA

Este trabalho teve como objetivo verificar a aprendizagem de línguas estrangeiras e a relação com as exigências do mercado de trabalho associada à escolha profissional dos alunos pré-vestibulandos da Escola Estadual Monsenhor José da Silva Coutinho, da cidade de Esperança – PB. Foram participantes desta pesquisa adolescentes com idades variando entre 16 e 18 anos, matriculados no terceiro ano do Ensino Médio. Sendo um total de 38 alunos. A metodologia utilizada caracterizou-se como sendo um estudo qualitativo, para tal, foi utilizada a observação de sala de aula, assim como a aplicação de um questionário para compreender como os alunos encaram este momento de decisão. Buscamos refletir sobre seus desejos, dificuldades, angústias e desafios, motivando-os e instigando-os a pensar sobre as demandas sociais, econômicas, políticas em relação ao curso que irão escolher, bem como sobre o papel da escola, e da necessidade de dominar uma segunda língua neste momento. Os discentes deste segmento são adolescentes em fase de transição e com cobranças relacionadas ao ingresso a faculdade. A escola demarcando a necessidade de aprovação para finalizar esta etapa da escolarização e a família demandando e estimulando pela escolha profissional futura. Os resultados apontaram que a maioria dos participantes acreditam que seja primordial aprender uma segunda língua para o ingresso à universidade, bem como para a academia como um todo.

Veja o artigo completo: PDF