Resumo Trabalho

A EDUCAÇÃO PARA AUTONOMIA: A INCLUSÃO DO IDOSO

EDINÉIA MORAES DO NASCIMENTO, SOLANGE RIATO PRATES, THAIS MIRIAN FERREIRA

Pensando na realidade em que o idoso vive na atualidade, mediante os avanços tecnológicos e científicos, bem como a desvalorização da pessoa com mais de sessenta anos devido ao fato de serem vistas como seres improdutíveis, o propósito do presente trabalho é promover uma reflexão acerca da educação posta como um dos caminhos de inserção do idoso na sociedade, com o intuito de valorizar os conhecimentos já produzidos e proporcionar novos conhecimentos. Para elaboração do mesmo utilizamos da pesquisa bibliográfica de cunho qualitativo, pautados em fontes como Barreto (1992), Freire (2011), Marinho (2007), o Estatuto do Idoso, dentre outros. O texto traz breves momentos: um que define o que é idoso, seguido de uma retrospectiva da visão da sociedade para com o mesmo, a valorização da cultura oral na antiguidade, a desvalorização da mesma na atualidade, a importância da educação como um meio de atualização e a inclusão dos idosos em diferentes meios sociais. Sendo assim, o estudo aponta que a educação permanente é um dos caminhos que possibilita aos idosos uma vida com mais significado, gerando aceitação, interação e valorização, pois uma vez informado e valorizado, esse se sentirá parte do meio em que vive, tornando-se cada vez mais ativo e participativo na sociedade.

Veja o artigo completo: PDF