Resumo Trabalho

MARIA DE FÁTIMA DE SOUZA, LYSLE MENEZES SILVA

Nos últimos anos o Brasil têm enfrentado surtos de arboviroses dentre as quais dengue, febre Chikungunya, febre Zika e febre amarela. Este trabalho teve como objetivo conhecer a concepção de alunos sobre arboviroses e incentivar a educação para a sustentabilidade, enfocando a destinação adequada dos resíduos sólidos como ponto de partida para evitar a proliferação dos mosquitos vetores dessas doenças. O trabalho foi realizado na Escola Municipal Professor Luiz Maranhão, em Natal, e incluiu 54 alunos que, em 2016, cursavam o 8° ano. Foram elaborados e aplicados instrumentos para conhecer a concepção dos alunos sobre as arboviroses e de seus determinantes. A partir da análise das respostas, foram elaboradas atividades, tais como; leitura, discussão e resolução de questões sobre texto técnico-científico e apresentação de vídeos sobre o ciclo de vida do vetor. Os alunos associaram, mais frequentemente, as doenças supracitadas aos seus sintomas; e, em segundo lugar, à morte; seguida de associação com água e resíduos sólidos. Os alunos mostraram compreender a relação entre doenças e o manejo inadequado de resíduos sólidos; associações mais complexas como coleta seletiva foram pouco citadas. Os alunos apresentaram respostas corretas a respeito do texto que trazia uma breve história dessas arboviroses. Os livros didáticos adotados pela escola traziam informações apenas sobre Aedes aegytpi e febre amarela. Inicialmente as concepções dos alunos sobre as arboviroses urbanas atuais estavam fortemente relacionadas às suas experiências. Mas após as atividades educativas os alunos demonstraram ter compreendido aspectos relativos à história dessas arboviroses e à biologia do inseto vetor. Esses saberes são pertinentes para a construção de conhecimentos sob a perspectiva da interrelação dos fatores biológicos e socioambientais. Palavra

Veja o artigo completo: PDF