Resumo Trabalho

JESSICA ANDRADE SILVA, MYKAELL DOUGLLAS CARNEIRO LIMA, LUCIANA ALVES DE ARAÚJO e orientado por ROSANI DE LIMA DOMICIANO e orientado por ROSANI DE LIMA DOMICIANO

O trabalho em questão trata de um relato de experiência vivenciada na disciplina de estágio supervisionado do curso de licenciatura em química pelo Instituto Federal de Ciência e Tecnologia do Ceará – IFCE. Tendo como objetivos auxiliar no desenvolvimento profissional do licenciando, futuro professor; compreender a importância do estágio supervisionado; refletir sobre a prática docente e analisar o papel do professor. O estudo se deu primeiramente pela revisão bibliográfica, a qual possibilitou fundamentos conceituais acerca do tema a pesquisado. Os procedimentos metodológicos partiram de uma abordagem qualitativa. A coleta de dados se deu através das observações da prática escolar e análises dos documentos da escola (PPP (projeto Político Pedagógico) e Regimento Escolar. Foi realizado o trabalho de campo com observações não participante das aulas nas turmas de 9º ano B e C do Ensino fundamental II, na E. E. F. Maria Pacífico Guedes. A análise e tratamento dos dados foram realizados a partir de uma abordagem interpretativa dos dados observados e analisados através dos documentos, tendo como fundamentos conceituais a revisão de literatura. O estágio permite ao aluno de licenciatura refletir sobre o papel do professor, bem como da instituição de ensino como um todo. Através das experiências e metodologias adquiridas e observadas, o futuro professor forma sua própria metodologia de construção de conhecimento e passa a entender a relação entre professor e aluno como algo que deve ser refletido de maneira profunda, levando em conta que os alunos muitas vezes buscam no educador um exemplo a ser seguido e que as maiores lições se aprendem mediante a observação e interação com os demais indivíduos do meio social em que está inserido. Assim o estágio proporciona ao licenciando uma experiência real dos conceitos que estuda dentro da sala de aula, permitindo que ele perceba como a postura do professor modifica, diretamente, o aprendizado dos alunos.

Veja o artigo completo: PDF