Resumo Trabalho

CARMELITA MARIA GOMES, ANA PAULA DOS SANTOS e orientado por LÍLIAN BÁRBARA CAVALCANTI CARDOSO e orientado por LÍLIAN BÁRBARA CAVALCANTI CARDOSO

Esta pesquisa traz discussões e resultados de estudos realizados na disciplina Alfabetização e Letramento do curso de Pedagogia da Universidade Federal de Alagoas - Campus Sertão, localizada na cidade de Delmiro Gouveia. Buscando a promoção de uma educação de qualidade, esta pesquisa tem por objetivo analisar as práticas de alfabetização e letramento em uma turma de 2° ano do ensino fundamental de uma escola no alto sertão de Alagoas, além de se desenvolver sob o interesse de conhecer as práticas alfabetizadoras no cotidiano da escola, tentando responder à questão: há inserção da alfabetização associada ao letramento ou o ensino da leitura e da escrita ainda permanece limitado ao processo de codificação e decodificação? Este trabalho insere-se no ramo das pesquisas que tomam o cotidiano escolar como objeto de estudo, ao passo que os sujeitos que compõe o cenário escolar são considerados como coautores desta pesquisa, pois também constroem conhecimentos o tempo todo tecendo, no mesmo cotidiano, a realidade escolar. Nesse sentido, este artigo trata de um estudo de caso de abordagem qualitativa, no qual foi utilizado como procedimento metodológico para a coleta de dados a observação, os registros de atividades realizadas pelos alunos, fotos e entrevista individual com a professora responsável pela turma. Desta forma, a análise foi divida em dois momentos, em que o primeiro foi a sistematização e seleção dos dados e o segundo momento foi feito o estudo desses dados. Durante a análise foi possível perceber, com foco na alfabetização e letramento, o quanto a dedicação por parte da educadora em questão, contribui para os processos de ensino-aprendizagem dos estudantes, assim como as muitas possibilidades oferecidas pela sua formação continuada e o quão relevante é levar em consideração a construção de sentido por parte das crianças em relação aos conhecimentos que lhes são proporcionados, confirmando assim, a importância da posição tomada pelo professor. De modo mais peculiar a entrevistada em questão demonstrou não apenas deter da consciência de sua responsabilidade enquanto promotora da aprendizagem das crianças, mas também demonstrou em ações o quanto sua atuação pedagógica fala por si só no processo de alfabetização e letramento.

Veja o artigo completo: PDF