Resumo Trabalho

A ARTE COMO FERRAMENTA PSICOPEDAGÓGICA PARA O DESENVOLVIMENTO PSICOMOTOR DE IDOSOS

DÉBORAH STEPHANY ALVES DE LIMA, BIANCCA DE SOUSA PADILHA, KIVYA MARCIONILLA PALMEIRA DAMASCENO, VANESSA ARAÚJO TOSCANO DE BRITO

O Envelhecimento é um processo dinâmico e progressivo, no qual acontecem mudanças estruturais, funcionais, psicológicas e bioquímicas que podem levar à diminuição da habilidade adaptativa ao meio e causar maior vulnerabilidade a doenças. Sendo também um evento biológico e permeado de mudanças, isso acontece em tempos diferentes para cada pessoa e consequentemente diversas posturas e comportamentos são adotados. De acordo com dados estatísticos, o número de idosos dobrou nos últimos 20 anos no Brasil e tendo em vista que a expectativa de vida está cada vez maior vale salientar que a preocupação atual com questões sobre o referido termo surge no sentido de valorizar parâmetros mais amplos que o controle de doenças, a diminuição da mortalidade ou o aumento da expectativa de vida. Diante disso, o presente trabalho consistiu em uma intervenção psicopedagógica, que teve como objetivo geral trabalhar aspectos psicomotores do idoso e especificamente desenvolver trabalhos manuais com enfoque na coordenação motora fina, induzir o idoso a uma reflexão pessoal e reproduzir essa reflexão em forma de arte. O trabalho contou com a participação de dez idosos com idades variando entre 60 e 85 anos, distribuídos igualmente em relação ao sexo. Os resultados obtidos foram de caráter positivo, no tocante ao interesse, envolvimento e satisfação dos idosos na realização das atividades propostas e a partir do estudo realizado, evidencia-se a importância de um olhar diferenciado e mais atento na singularidade de cada idoso por parte da sociedade.

Veja o artigo completo: PDF