Resumo Trabalho

VALÉRIA DE FÁTIMA VÉRAS DE CASTRO, MATEUS OLIVEIRA DA CRUZ, MARIA HELENA ALVES e orientado por MARIA HELENA ALVES e orientado por MARIA HELENA ALVES

Diante do desencantamento, por parte, dos alunos perante a educação, todas as ferramentas possíveis para o processo de ensino e aprendizagem é de bastante importância. Existem muitos meios para se realizar uma aula inovadora, entre as quais, os jogos são bastante interessantes, pois através dos mesmos os estudantes valorizam o processo e assim alcançam êxito no seu aprendizado. No ensino de micologia, como em qualquer área das ciências, os jogos são relevantes. Este trabalho teve por objetivo avaliar jogos no ensino e aprendizagem do conteúdo de fungos com 34 alunos de duas turmas do 7o. ano da Unidade Escolar Edson da Paz Cunha na cidade de Parnaíba – PI. A metodologia empregada consistiu em aula teórica, aplicação de jogos com a temática fungos e questionário, antes e após as atividades. Para isso foram selecionados duas turmas: uma que já havia estudado o conteúdo de fungos e outra que ainda não tinha visto o conteúdo. Posteriormente, foi ministrado uma aula teórica em ambas as turmas. A aplicação dos jogos, restringiu-se a turma que ainda não havia visto o conteúdo, porém o questionário foi aplicado em ambas as turmas. A turma que apresentou maior desempenho nos questionários foi a turma que teve o primeiro acesso ao conteúdo e que também foi aplicado os jogos. Contrariamente a turma que já havia estudado o conteúdo não foi muito feliz nas respostas as questões levantadas. Na turma onde foi aplicado os jogos didáticos, 15 alunos acertaram 100% do questionário e dois alunos acertaram 80%, já na turma que não houve aplicação dos jogos os resultados foram menos expressivos, um aluno não conseguiu responder nenhuma das questões, um acertou 70% do questionário e os demais (15 alunos) acertaram entre 40% a 60%. Diante dos resultados obtidos através dos questionários, pode-se perceber a significativa importância da aplicação de jogos didáticos, apontando, dessa forma o uso do lúdico como uma ferramenta para o ensino de micologia no ensino fundamental.

Veja o artigo completo: PDF