Resumo Trabalho

SUÊNIA DOS SANTOS NASCIMENTO ALVES, AMANDA BEATRIZ MEDEIROS ARAÚJO, SINTIA DANIELY ALVES DE MELO, TATIANE ALICE SANTOS MEDEIROS e orientado por MARIA DA CONCEIÇÃO VIEIRA FERNANDES e orientado por MARIA DA CONCEIÇÃO VIEIRA FERNANDES

Esse trabalho relata uma intervenção didática realizada durante os meses de maio e junho do ano de 2017 pela equipe do Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência – PIBID, subprojeto matemática, na Escola Normal Estadual Pe. Emídio Viana Correia, Campina Grande, Paraíba. As ideias para a intervenção surgiram das dificuldades de aprendizagem que os alunos relatavam em anos anteriores de nosso trabalho na referida unidade escolar, com relação ao conceito de divisão e os procedimentos de cálculo e resolução de problemas que envolvem esse conceito e conteúdos relacionados ao mesmo, do ensino fundamental e médio. A metodologia utilizada no trabalho envolveu o uso de jogos e resolução de problemas. Buscamos trabalhar de forma que os educandos desenvolvessem pensamentos críticos. Para isso, pedimos que eles formassem grupos, deixando-os à vontade para a realização das tarefas. Atuamos como mediadores, dividimo-nos para auxiliar os grupos, procurando promover uma discussão entre os participantes das aulas para a resolução das atividades propostas. Percebemos no decorrer das aulas a grande dificuldade que muitos alunos têm em interpretar problemas, em utilizar o algoritmo da divisão e em calcular porcentagens; até mesmo a falta de autoconfiança desses alunos, por muitas vezes nem tentar resolver certas questões por acreditarem que não são capazes. Para superação de tais dificuldades é necessário buscarmos tornar as aulas mais atrativas, mostrar as aplicações dos temas trabalhados, usar problemas do dia a dia, testar maneiras diferentes de se explicar os conteúdos, usar materiais concretos relacionados aos assuntos abordados, ou seja, devemos tornar a matemática algo interessante e ao alcance de todos.

Veja o artigo completo: PDF