Resumo Trabalho

NÚBIA VERÔNICA FERREIRA AVELINO

Acreditamos ser atribuições principalmente da escola vivenciar a literatura popular, bem como estimular a circulação da cultura oral. Entretanto, muitas vezes a abordagem da literatura especialmente da poesia popular no âmbito escolar ocorre preterindo o prazer e transformando a literatura em arte que é, em mais uma tediosa atividade escolar. O que comumente observamos ser proposto são atividades meramente utilitaristas, enfadonhas, que cobram respostas padronizadas. Este trabalho se faz relevante, pois resgata a literatura popular na fase inicial de escolarização. Para tanto, temos como objetivo desenvolver nas crianças, também na etapa da educação infantil, as habilidades de comunicação, nas suas mais variadas formas, incentivando sobretudo a expressão oral e o estimulo à imaginação. Classificamos esta pesquisa como descritiva (GIL, 2008), tendo como metodologia a aplicação de atividades a partir de adivinhas, em forma de sextilhas para turmas do nível IV/Pré II da educação infantil. Nos valemos dos estudos de Piaget (2010) sobre o desenvolvimento cognitivo da criança e Pinheiro (2007) quanto a poesia em sala de aula. Esperamos que, nesta experiência de contato com a literatura popular, as crianças, possam experimentar a imersão lúdica, que em nosso entendimento deve perpassar as atividades escolares principalmente nessa fase de escolarização tendo em vista o desenvolvimento integral desses aprendizes. Cremos ainda, que a criança aos cinco anos de idade diante da brincadeira das adivinhas será desafiada a ouvir, a falar, a lê, enfim a superar-se, reelaborando seu pensamento ao criar e frustrar suas hipóteses, desenvolvendo a linguagem e o raciocínio lógico.

Veja o artigo completo: PDF