Resumo Trabalho

QUÊNIA BATISTA DE OLIVEIRA e orientado por MAGNO CLERY DA PALMA SANTOS e orientado por MAGNO CLERY DA PALMA SANTOS

Resumo: O uso de analogias, provavelmente, tem acontecido desde o desenvolvimento inicial da linguagem. Ocorre com frequência, é muito popular e pode ser encontrado diariamente em textos ou na comunicação linguística. O pensamento análogo envolve duas condições: quando duas ou mais coisas são semelhantes em pelo menos uma característica e a suposição é feita que eles provavelmente têm outros pontos comuns; outra condição envolve o fato de uma pessoa utilizar um exemplo sobre um fator desconhecido com base em sua semelhança com um fator familiar ou conhecido. A temática proporciona uma experiência concreta ao aluno, torna a comunicação eficaz, pois são utilizadas palavras com significados alusivos a alguma coisa. Esta situação prepara o discente para experiências mais abstratas e complexas. Os objetivos do trabalho foram: investigar como essa temática pode ser visualizada na prática dos professores de Ciências e Biologia; analisar a percepção que os alunos têm acerca do uso na sala de aula; descrever a relação que a mesma mantém com o processo de aprendizagem dos conteúdos pelos alunos. É uma pesquisa qualitativa que se desenvolve em um Colégio que oferece o Ensino Fundamental II e o Ensino Médio, na cidade de Vitória da Conquista-BA. Serão três etapas para a produção dos dados: observação de aulas de dois professores de Ciências e Biologia; entrevista aberta direcionada aos alunos e entrevista semiestruturada com os professores. A análise será feita por meio da análise de conteúdo, processo que envolve a pré-análise, a descrição analítica e a interpretação referencial. Os resultados parciais apresentados são procedentes das observações de seis aulas de Biologia, sendo três de cada professor. Percebeu-se que os professores observados naquela instituição utilizam exemplos análogos para comparar um assunto desconhecido com algo familiar ou para explicar um conteúdo quando os alunos não conseguiam entender a sua mensagem. Ficou evidente a contribuição da estratégia para o aprendizado dos alunos quando registrávamos o comportamento dos mesmos. Concluímos, ainda que de maneira parcial, que a temática pode ser notada naquela instituição de ensino. Analogias foram utilizadas pelos professores de maneira espontânea, facilitou a socialização dos conteúdos e aprendizagem pelos alunos. A continuidade das observações e realização das entrevistas contribuirão para produção completa dos dados da investigação.

Veja o artigo completo: PDF