Resumo Trabalho

A CONSTRUÇÃO DA IMAGEM DO ÍNDIO BRASILEIRO: DA CARTA DE CAMINHA À HISTÓRIA DA PROVÍNCIA DE SANTA CRUZ, DE GÂNDAVO

MARIA ISMÊNIA LIMA, BRUNO SANTOS MELO, MARIA DO CARMO GOMES SILVA

O Brasil é um país formado pela miscigenação de vários povos e etnias, é o resultado concreto da junção de culturas e influências diversas em nossa formação, desde o “descobrimento” em 1500 até os dias atuais. Entre os muitos personagens envolvidos em nossa História, estão os povos indígenas, que contribuíram de maneira inegável para a nossa formação. Mas, apesar dessa constatação a imagem do índio brasileiro foi sendo estigmatizada pelos vários escritores, ao longo dos séculos. Nesse sentido, o presente artigo traz uma abordagem acerca da visão do índio relatada na Carta de Pero Vaz de Caminha e também na História da Província de Santa Cruz, de Pêro de Magalhães Gândavo, percebendo que ambos construíram imagens do índio sem levar em consideração a sua identidade. A metodologia utilizada é o estudo comparativo entre estas obras e tendo como embasamento teórico autores que discutem a questão do índio e da sua imagem vista no século XVI e que se perpetuou ao longo do tempo. O objetivo deste trabalho é discutir como a Carta de Pero Vaz de Caminha e a História da Província de Santa Cruz, de Pêro de Magalhães Gândavo contribuíram para a formação da imagem dos povos indígenas.

Veja o artigo completo: PDF