Resumo Trabalho

MARIA GERLAINE BELCHIOR AMARAL, JOSÉ AMIRALDO ALVES DA SILVA, MARIA DE LOURDES CAMPOS

O texto que segue registra reflexões sobre a formação e atuação do pedagogo na contemporaneidade. Tem por objetivo principal socializar informações sobre a atuação do pedagogo no âmbito jurídico. A discussão aqui apresentada tem aporte teórico em Nóvoa, Tardif, Lessard, Ramalho, Nunez, Gauthier, Imbernón, Libâneo, Pimenta, entre outros. Quanto ao percurso metodológico este consta de duas etapas, a saber: primeiro um levantamento bibliográfico a partir do qual se consultou os aspectos inerentes à formação do pedagogo nos dias atuais; segundo, uma pesquisa documental em que se analisou informações constantes no Edital TJPB/2012. Outras informações complementares, aqui registradas, foram obtidas com a pedagoga que trabalha na função de Analista Judiciário, no Fórum Ferreira Júnior, na cidade de Cajazeiras PB, por ocasião de visita técnica ao Centro de Acolhimento (CCA), onde desenvolvemos Projeto de Extensão, no âmbito da Pedagogia Social. Quanto aos resultados, o estudo realizado mostrou que é possível assegurar que a atuação do pedagogo em espaços não escolar se configura como uma realidade a qual não pode ser negada. Quanto à formação docente, esta precisa está pautada num processo reflexivo constante e ser realizada de modo a articular teoria e vida real, a fim de contribuir para que o pedagogo possa responder às demandas sociais contemporâneas de modo competente e humanizado. Quanto ao pedagogo jurídico, este profissional desenvolve uma prática educativa em um contexto não formal e, em alguns casos, é considerado como trabalho de alta complexidade, pois os relatórios produzidos pelos analistas jurídicos, são subsídios que os juízes se utilizam, em parte, para suas tomadas de decisões acerca da vida de crianças e jovens que estão em situação de vulnerabilidade social ou sob Medida Protetiva.

Veja o artigo completo: PDF