Resumo Trabalho

ISLANNY RAMALHO FRAGOSO, FRANCISCO DAS CHAGAS CARNEIRO ROCHA, GIRLENE RAMOS DE ARAÚJO SOUTO, MARIA DO SOCORRO COSTA DE ARAUJO

Este trabalho traz uma proposta de trabalho de leitura literária com o gênero conto, para ser desenvolvido com alunos do 4°/5° e 6º ano do Ensino Fundamental, com o objetivo geral favorecer a apropriação da leitura do texto literário como momento prazeroso envolvendo a interação com outras linguagens. A proposta a seguir trata-se de uma sequência didática elaborada para incentivar as crianças ao aperfeiçoamento da leitura e consequentemente da escrita, visto que, diante de avaliações mais definidas, necessitam de um olhar pedagógico mais direcionado. Priorizaremos a apreciação da leitura por meio do estudo de contos porque buscamos através deles o desenvolvimento das capacidades que os alunos desse nível de desempenho precisam para avançar no processo de alfabetização, sem perder de vista o letramento. Para isso, sugerimos uma proposta de leitura literária a partir do conto A Dona Baratinha, no intuito de promover o envolvimento do aluno com a leitura e desenvolver um trabalho significativo com o texto literário, trazendo o aluno para o centro, enxergando-o como o interlocutor do texto, para que ele se sinta responsável por preencher as lacunas que o texto possui, numa atitude que envolve criticidade e construção de sentidos. Desta forma, a necessidade e a importância do trabalho com a diversidade textual na escola, além dos contos estudados, são importantíssimas, pois, ela permite aos alunos a aquisição de um conhecimento mais ampliado dos textos que circulam na sociedade e de seu funcionamento nas práticas sociais, tornando-os sujeitos capazes de perceber tudo ao seu redor com a facilidade de compreender quando precisarem suas próprias produções. A escolha dessa narrativa parte do pressuposto de que as várias histórias de Contos de Fadas, tanto as originais quanto as versões modernas contribui para que o aluno ultrapasse a primeira leitura dos textos, que é a fase de apreciação, e passe a questioná-las e a contrapor as ideias, observando as diferentes adaptações e podendo ele próprio produzir outra versão para as mesmas histórias. A estratégia para a leitura do texto literário no espaço da sala de aula encontra-se fundamentada nos estudos em relação ao Método Recepcional, de Aguiar e Bordini (1993), letramento literário de Cosson (2006), bem como nas reflexões sugeridas por Colomer (2007) quanto a leitura literária na escola, bem como nas contribuições advindas das vivências e reflexões proporcionadas pela disciplina Leitura do texto literário.

Veja o artigo completo: PDF