Resumo Trabalho

ESTUDO DA REMOÇÃO DE DIESEL EM SOLO ARENOSO UTILIZANDO SISTEMAS MICROEMULSIONADOS A BASE DE ÓLEO DE MARACUJÁ

Autor(es): FRANCIS CARNEIRO MADUREIRA, EMILLY BEATRIZ FREIRE DOS SANTOS , JOÃO PAULO LOBO DOS SANTOS, GABRIEL FRANCISCO DA SILVA e orientado por MARIA SUSANA SILVA e orientado por MARIA SUSANA SILVA

Com o desenvolvimento da indústria petrolífera houve também o aumento da poluição por partes dos derivados do petróleo. Dentre esses casos existe a poluição do solo por meio de derramamento de diesel, principalmente, em postos de gasolina. Consequentemente, isso afeta não só a vegetação próxima, bem como os lençóis freáticos, afetando assim também a população. Diante desse contexto, o presente trabalho teve como objetivo estudar remoção de diesel em solo arenoso utilizando sistemas microemulsionados a base de óleo de maracujá. Para a síntese dos sistemas microemulsionados, utilizou-se óleo de maracujá (fase oleosa), n-butanol (cotensoativo), sabão do óleo de maracujá (tensoativo) e água destilada (fase aquosa), construídos na razão C/T igual a 1, 5 e 10. Em seguida, foi feito a análise dos diagramas, sendo escolhido para os ensaios de remoção o diagrama que apresentou maior região de microemulsão, escolhendo o de C/T igual a 1. Com isso, escolheu-se três pontos de C/T = 30%; 32,5% e 35% para fazer os ensaios de remoção variando temperatura e tempo, utilizando o planejamento fatorial 23 com ponto central. Os resultados do planejamento demonstraram que a maior eficiência de remoção (76,91%) foi obtida no ensaio com 35% de C/T, 30°C e em 15 min, ou seja, com o menor tempo, menor temperatura e maior concentração de C/T.

Veja o artigo completo: PDF