Resumo Trabalho

COMPLETAÇÃO DO POÇO Z ATRAVÉS DA INTERPRETAÇÃO DE PERFIS ELÉTRICOS

Autor(es): IANARA BOMFIM DA LUZ, JOSÉ ALDO RODRIGUES DA SILVA FILHO, MARCELA MORGANA BONIFÁCIO CHAVEIRO e orientado por VANESSA LIMEIRA AZEVEDO GOMES e orientado por VANESSA LIMEIRA AZEVEDO GOMES

A completação de um poço de petróleo refere-se a um conjunto de operações destinadas a equipar o poço e colocá-lo para produzir óleo ou gás, ou ainda, injetar fluidos nos reservatórios. Para realizar a operação de completação, é necessário a análise da formação a partir da interpretação de perfis elétricos. Assim, utilizando o software Logview ++, foi possível interpretar os perfis Raios Gama (GR), Potencial Espontâneo (SP), Indução(ILD), Densidade (RHBO) e Neutrão (NPHI) e, a partir disso, realizar o dimensionamento para a completação do poço Z. O dimensionamento e escolha dos equipamentos foram baseados na interpretação dos perfis, onde correspondeu: a cabeça do poço com uma profundidade de 5m, revestimento condutor entre 0 a 92m e um diâmetro de 95/8”, sapata do revestimento entre 72 a 92m, revestimento de produção com seu diâmetro em torno de 7” e profundidade de 0 a 500m, sapata de uma profundidade que varia de 480 a 500 m, coluna de produção com seu diâmetro correspondente a 41/2” e uma profundidade de 300m. Dessa forma, a partir de uma interpretação correta dos perfis elétricos foi possível identificar a zona de hidrocarbonetos e realizar a operação de canhoneio no intervalo entre 320 a 350m de profundidade.

Veja o artigo completo: PDF