Resumo Trabalho

RECONSTRUÇÃO DO PALEOAMBIENTE DEPOSICIONAL DE POÇOS SITUADOS NA BACIA POTIGUAR COM BASE EM AMOSTRAS DE CALHA

Autor(es): BEATRIZ DIONÍZIO GOMES e orientado por JAIRO RODRIGUES DE SOUZA e orientado por JAIRO RODRIGUES DE SOUZA

O presente trabalho visa a reconstituição do paleoambiente de dois poços localizados na bacia potiguar, no município de Mossoró, através de leitura e interpretação de dados estratigráficos fornecidos por análises de amostras de calha e perfilagem geofísica. A paleoambiêcia deposicional presente no corpo do trabalho remete ao contexto limiar e à disposição temporal dos estratos rochosos como objeto de estudo. A reconstrução implica em pesquisa de caráter litológico, paleontológico e geofísico das formações geológicas possibilitando uma visão do ambiente existente à formação do estrato sedimentar. Na análise sequencial de aproximadamente 400m de profundidade de cada poço, após a microscopia óptica, foram feitos dois perfis estratigráficos cujas fácies sedimentares, espessura e características dos estratos foram associados e comparados a fim de designar uma nova assinatura estratigráfica abrangendo os dois poços. A leitura dos dados apresentou grande contribuição do arcabouço estrutural e estratigráfico da Bacia Potiguar como produto de sua evolução tecnosedimentar com enfoque na Formação Açu do Grupo Apodi como principal contexto geológico pela sua localização relativa à Mossoró, RN.

Veja o artigo completo: PDF