Resumo Trabalho

MODELAGEM E SIMULAÇÃO DE INJEÇÃO DE ÁGUA DE BAIXA SALINIDADE EM RESERVATÓRIO CARBONÁTICO DO PRÉ-SAL

Autor(es): LEONARDO FONSECA REGINATO, PAULO HENRIQUE RANAZZI, DHEIVER FRANCISCO SANTOS e orientado por MARCIO AUGUSTO SAMPAIO PINTO e orientado por MARCIO AUGUSTO SAMPAIO PINTO

De todos os tipos de mecanismos de recuperação de petróleo, o mais aplicado no cenário global é a injeção de água (do inglês Water Injection – WI). Atualmente, para obter melhores desempenho na recuperação avançada de óleo (EOR) a injeção de água de baixa salinidade (do inglês Low Salinity Water Injection – LSWI), realiza o controle de íons da água de injeção buscando uma interação química entre a formação e a água injetada. Dessa forma, é alterada a molhabilidade da formação aumentando assim o volume de óleo deslocado. O trabalho propõe utilizar um modelo sintético de reservatório baseado no campo de Júpiter do Pré-Sal brasileiro, aplicando a técnica de simulação de reservatórios para avaliar se o fenômeno de inversão de molhabilidade (IM) em rochas carbonáticas apresenta um aumento na produção de óleo. Por fim, é submetido a esse modelo um processo de otimização em função da maximização do valor presente líquido (VPL), avaliando se os investimentos para a utilização do método LWSI são amortizados por esse aumento de produção. Para os resultados, foi possível avaliar a diferença do comportamento da saturação e deslocamento da água de injeção nos casos de LS e WI e que mais estudos são necessários para viabilidade econômica da técnica LS.

Veja o artigo completo: PDF