Resumo Trabalho

ESTUDO DA REMOÇÃO DE COMBUSTÍVEIS EM SOLO ARENOSO UTILIZANDO SISTEMAS MICROEMULSIONADOS A BASE DE ÓLEO DE MARACUJÁ

Autor(es): FRANCIS CARNEIRO MADUREIRA, JULLIE ANDRADE TRINDADE, LETÍCIA SOUSA COSTA, JOÃO TORRES DO AMARAL JÚNIOR e orientado por MARIA SUSANA SILVA e orientado por MARIA SUSANA SILVA

Este trabalho teve como objetivo o estudo da remoção de combustíveis, gasolina e óleo diesel, em solo arenoso, empregando-se o planejamento experimental fatorial 22 com ponto central nos ensaios de remoção. O método utilizado neste trabalho foi o processo de lavagem com aplicação de microemulsão, utilizando o princípio de adsorção. Para a síntese dos sistemas microemulsionados, utilizou-se óleo de maracujá (fase oleosa), n-butanol (cotensoativo), sabão do óleo de maracujá (tensoativo) e água destilada (fase aquosa). O diagrama pseudoternário, de razão C/T = 1, foi feito a fim de obter três pontos na região de microemulsão (Winsor IV- WIV) para serem aplicados no processo: 30% C/T, 1% Fo, 69% Fa; 32,5% C/T, 1% Fo, 66,5% Fa e 35% C/T, 1% Fo, 64% Fa. Eles foram utilizados nos ensaios de remoção em diferentes tempos: 15; 67,5 e 120 min. Para os ensaios com a gasolina, pode-se afirmar que o tensoativo natural de óleo de maracujá apresenta uma alta eficiência para o tratamento de remoção dela, para baixas concentrações (%C/T) e menores tempos de ação de microemulsão. O maior percentual de remoção para a gasolina foi de 96,82% em 15 minutos de processo e 30% de C/T. Já, para os ensaios com o diesel, concluiu-se que quanto maior a concentração de C/T maior será a eficiência de remoção, independentemente do tempo. O melhor percentual de remoção obtido para o diesel foi de 76,9% com 15 minutos de processo e 35% de C/T.

Veja o artigo completo: PDF