Resumo Trabalho

ANÁLISE DA INJEÇÃO DE VAPOR NO PROCESSO DE COMBUSTÃO IN-SITU COM PRODUÇÃO DE ÓLEO EM POÇOS HORIZONTAIS - THAI (TOE-TO-HEEL AIR INJECTION)

Autor(es): RODRIGO PEREIRA BORGES, LUCIANA SILVA DE SOUZA, ANTHONY ANDREY RAMALHO DINIZ, PEDRO TUPA PANDAVA AUM e orientado por EDSON DE ANDRADE ARAÚJO e orientado por EDSON DE ANDRADE ARAÚJO

No mundo, há inúmeros reservatórios com longo histórico que chegaram ou estão chegando ao seu limiar econômico, com uma quantidade significativa de óleo nesses locais. Esses reservatórios se tornam propícios para aplicação de métodos térmicos com a finalidade de otimizar a produção de óleo. Os métodos térmicos podem ser divididos em combustão in-situ e injeção de fluidos quentes. O método térmico analisado foi o THAI (Toe-to-Heel Air Injection), que consiste em inteirar a combustão in-situ em poços produtores horizontais e a injeção de vapor e/ou ar em poços injetores verticais, com uma determinada periodicidade, em um reservatório semissintético com características do Nordeste Brasileiro. Dessa forma, o trabalho teve como objetivo analisar a influência de três tipos de regime de injeção de vapor/ar em função da produção de óleo e oxigênio durante 16 anos de projeto. Para realização deste, foi utilizado o simulador ‘STARS’ (Steam, Thermal, and Advanced Processes Reservoir Simulator), desenvolvido pela CMG (Computer Modelling Group).

Veja o artigo completo: PDF