Resumo Trabalho

AVALIAÇÃO DE DIFERENTES TÉCNICAS DE IMPREGNAÇÃO DO ÓXIDO DE CÉRIO VISANDO A SUA UTILIZAÇÃO COMO PROMOTOR EM CATALISADORES DE FISCHER-TROPSCH

Autor(es): FRANCIELE OLIVEIRA COSTA, BIANCA VIANA DE SOUSA e orientado por BIANCA VIANA DE SOUSA e orientado por BIANCA VIANA DE SOUSA

A síntese de Fischer-Tropsch (SFT) é um processo catalítico heterogêneo para a produção sustentável de combustíveis verdes e produtos químicos de valor agregado via syngas (mistura de CO e H2) obtidos de carvão, biomassa e gás natural. A produção de combustíveis sintéticos ultralimpos por meio da reação de Fischer-Tropsch é considerada como uma alternativa atrativa que concilia o avanço tecnológico ao desenvolvimento sustentável. Essa reação é reconhecida por ser catalisada na superfície e sensível à estrutura, o seu desempenho catalítico é fortemente influenciado pela dispersão da fase ativa do catalisador. O cobalto suportado é o catalisador preferido para Síntese de Fischer-Tropsch, por apresentar propriedades como a alta atividade e seletividade a hidrocarbonetos pesados além do baixo custo quando comparado a outros catalisadores. No entanto, a modificação desses catalisadores por meio de promotores bem dispersos, como o óxido de cério (CeO2), pode aumentar a dispersão da fase ativa desses catalisadores à base de cobalto (Co0) influenciando diretamente seu desempenho catalítico. Sendo assim, o presente trabalho estudou várias técnicas de impregnação do promotor óxido de cério, visando aumentar o desempenho catalítico de catalisadores a base de cobalto na produção de combustíveis sintéticos.

Veja o artigo completo: PDF