Resumo Trabalho

SIMULAÇÃO DA ONDA COMPRESSIONAL APLICADO EM MODELOS DIGITAIS DE ROCHAS

Autor(es): GRACIMÁRIO BEZERRA DA SILVA e orientado por LEOPOLDO OSWALDO ALCÁZAR ROJAS e orientado por LEOPOLDO OSWALDO ALCÁZAR ROJAS

A caracterização das propriedades petrofísicas das rochas, assim como o estudo de propriedades elásticas do meio rochoso, são de extrema importância na análise de reservatórios petrolíferos. Imagens microtomográficas permitem gerar modelos digitais de rochas os quais têm possibilitado a avaliação das propriedades petrofísicas das rochas. Neste trabalho, através de modelos digitais de rochas, determinou-se a velocidade da onda compressional no meio rochoso de uma amostra de rocha carbonáticas mediante a utilização dos softwares Avizo Fire 8.1 e Comsol Multiphysics. Este trabalho tem como objetivo determinar a velocidade da propagação da onda compressional em uma amostra de rocha carbonática que pode ser caracterizado como um reservatório de petróleo, a partir de imagens de microtomografia de raios-X já disponíveis, utilizando simulação numérica, e comparar com o valor estimado experimentalmente. Para gerar um modelo digital de rocha, foram selecionadas 300 imagens localizadas na porção intermediária de uma amostra carbonática da Bacia do Araripe. Delimitou-se um volume da amostra a ser processado no qual se extraiu um subvolume cúbico de dimensões 300 por 300 por 300 voxels, passando por um processo de segmentação que se baseia na determinação de um limiar de tom de cinza que separa a matriz mineral dos poros, definindo desta forma o que é poro e o que é matriz. E, posteriormente, a amostra foi submetida por mais alguns processamentos para se ter a determinação da velocidade em que a onda P atravessa a amostra de rocha. Por fim, os resultados obtidos foram discutidos e analisados.

Veja o artigo completo: PDF