Resumo Trabalho

PRODUÇÃO DE BIODIESEL ATRAVÉS DA REAÇÃO DE TRANSESTERIFICAÇÃO COM ÓLEO RESIDUAL E CATALISADOR DO TIPO ZS/MCM-41.

Autor(es): HELOÍSA DO NASCIMENTO SOUZA, MATEUS ANDRADE SANTOS DA SILVA, CARLOS EDUARDO PEREIRA, JOSÉ JAILSON NICACIO ALVES e orientado por BIANCA VIANA DE SOUSA BARBOSA e orientado por BIANCA VIANA DE SOUSA BARBOSA

O biodiesel é um combustível sintético produzido a partir de óleos vegetais, óleos residuais, gorduras animais e algas. Um dos processos de produção de biodiesel é através da reação de transesterificação que utiliza catalisadores para acelerar e aumentar seu rendimento. Os materiais mesoporosos têm sido estudados para o processamento de triglicerídeos visando à produção de biocombustíveis por apresentar potencial para produção de biodiesel devido ao diâmetro de poros favorável e elevada área superficial. Este trabalho consiste na produção de biodiesel a partir de óleo cozinha residual utilizando catalisadores do tipo MCM-41 impregnado com diferentes percentuais de zircônia sulfatada. A inserção de óxidos de zircônia na peneira molecular através do método de saturação de poros visa aumentar a dispersão do óxido no suporte e, consequentemente, sua atividade catalítica, seletividade e estabilidade térmica. Por meio da difratometria de raios X foi possível observar a formação da estrutura mesoporosa da peneira molecular MCM-41 e identificar das fases tetragonal e monoclínica presente na zircônia sulfatada. No entanto, as conversões obtidas em única batelada não específica o óleo obtido como biodiesel de acordo com a norma da Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Combustíveis (ANP) segundo o Regulamento ANP N°51, de 25/11/2015.

Veja o artigo completo: PDF