Resumo Trabalho

POTENCIAL DO AGENTE COAGULANTE À BASE DE MORINGA NO TRATAMENTO DE ÁGUA PRODUZIDA DE PETRÓLEO

Autor(es): INGRID FONSECA VENTURA, FELIPE ABREU DE JESUS , JOSE VALDO DA SILVA, TAYANARA MENEZES SANTOS e orientado por GABRIEL FRANCISCO DA SILVA e orientado por GABRIEL FRANCISCO DA SILVA

O uso de coagulantes ambientalmente corretos apresenta-se como uma alternativa viável para o tratamento de água e tem mostrado vantagens em relação aos químicos, especificamente em relação à biodegradabilidade, baixa toxicidade e baixo índice de produção de lodos residuais. Quando a água a ser tratada necessita da coagulação, essa etapa passa a ser importante, em qualquer tecnologia de tratamento de efluentes. A Moringa oleifera Lam possui em suas sementes em torno de 30% de uma proteína com atividade coagulante, a qual pode substituir coagulantes inorgânicos, tal como o sulfato de alumínio. Neste trabalho foi estudado o uso de um agente coagulante natural à base de Moringa oleifera Lam para tratamento de água produzida. Três métodos de preparo do coagulante foram propostos: Em meio salino, em meio aquoso e desengordurados, esses foram avaliados conjuntamente na redução do teor e óleo e graxas. Os resultados mostraram que a moringa utilizada como coagulante é uma alternativa promissora, alcançando uma eficiência máxima na redução de TOG de 99,8%, para o método de preparo em meio aquoso, na concentração de 200 ppm.

Veja o artigo completo: PDF